João Sousa sobre a chegada aos quartos de final: “É um grande resultado”

Mais um dia, mais um encontro de João Sousa, mais uma vitória no Australian Open. O tenista português entrou com o pé direito na segunda semana do Grand Slam australiano ao carimbar o apuramento para os quartos de final de pares, um resultado que lhe permite igualar a sua melhor prestação de sempre em torneios desta categoria.

Em declarações logo após o encontro, o número um nacional não escondeu a satisfação por ter alcançado mais uma vitória ao lado do amigo Leonardo Mayer. “É um grande resultado para nós. No ano passado fizemos bons resultados em torneios do Grand Slam lado a lado, temos vindo a jogar juntos há muitos anos e é sempre um prazer jogar ao lado de um grande jogador e de uma grande pessoa.”

“Estamos muito contentes por estarmos nos quartos de final, é o Happy Slam e estamos muito felizes”, acrescentou ainda João Sousa, que considerou ainda que os dois estiveram “muito bem taticamente” no duelo com a dupla sul-americana composta por Maximo GonzalezNicolas Jarry.

Agora, seguem-se ou Marcelo Demoliner/Frederik Nielsen ou Raven Klaasen/Michael Venus e o tenista português de 29 anos — que para além dos quartos de final em pares alcançou a terceira ronda em singulares — garante que os dois vão aproveitar “para ver como é que eles vão jogar e ‘desenhar’ uma boa tática para o próximo encontro.

Em caso de vitória, João Sousa será o primeiro tenista português a atingir as meias-finais de um torneio do Grand Slam.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."