Mais uma: João Sousa volta a vencer e já está nos oitavos de final de pares

Pelo quarto dia consecutivo, João Sousa saiu dos courts de Melbourne Park com uma vitória. Depois de dois triunfos no quadro principal de singulares, o vimaranense repetiu a proeza ao lado de Leonardo Mayer para reservar um lugar nos oitavos de final do Australian Open.

Habituados a jogar juntos em torneios do Grand Slam, o português e o argentino voltaram a deixar muito bons sinais ao passarem tranquilamente pelos alternates Roberto Carballes Baena e Andrey Rublev, graças aos parciais de 7-6(5) e 6-3.

A dupla luso-argentina converteu o único break point de que dispôs (ao quarto jogo do segundo parcial) e apresentou-se irrepreensível no capítulo do serviço para vencer em 80 minutos.

É uma vitória mais folgada do que a anterior — quando derrotaram Feliciano López e Marc López — e que certamente agradará a João Sousa, que chegou a este encontro com quase 11h de ténis nas pernas.

Apurado pela primeira vez para os oitavos de final de pares do Australian Open (já o tinha conseguido em Roland Garros 2014 e 2018 e Wimbledon 2018, tendo também chegado aos “quartos” do US Open há quatro anos) João Sousa vai defrontar a dupla revelação do torneio: Maximo Gonzalez e Nicolas Jarry surpreenderam os primeiros cabeças de série e campeões em título Olivier Marach e Mate Pavic por 6-4 e 6-4.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."