“Talvez vos veja outra vez”, a mensagem de Andy Murray que deixa o regresso em aberto

Três dias depois de anunciar o fim da carreira, Andy Murray disputou aquele que considerou ser possível tratar-se do último encontro no Australian Open — e que encontro: o jogador britânico lutou por mais de quatro horas até perder uma batalha inesquecível no quinto set para Roberto Bautista Agut.

E agora? Vai terminar a carreira, não vai? Consegue chegar a Wimbledon? As dúvidas continuam, como dissemos, a ser muitas, mas o discurso do ex-número 1 mundial no final do encontro deixou em aberto um possível regresso a Melbourne Park.

“Talvez vos veja outra vez, vou fazer tudo quanto me for possível para tentar. Se quiser tentar outra vez vou ter de fazer uma grande operação e não há garantias de que consiga recuperar mas vou dar o meu melhor”, afirmou Andy Murray para alegria — e até surpresa — dos milhares de fãs no court e milhões que em casa estavam a assistir.

Afinal, parece ainda existir uma réstia de esperança.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."