Ele não desiste: depois do terceiro, Murray também vence o quarto set e leva a luta até ao fim

Se é o último encontro de Andy Murray no Australian Open ainda não sabemos, mas é certo que independentemente do desfecho final vai ficar na memória de todos os que o estão a acompanhar.

Depois de perder os dois primeiros sets do seu possível adeus aos courts para Roberto Bautista Agut, o tenista britânico começou por levar o público à loucura com a conquista do terceiro parcial e 50 minutos depois repetiu a proeza, ao vencer mais um tie-break para adiar a decisão do duelo para um quinto e decisivo set

A reação, claro, só podia ser esta:

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."