Bernardo Saraiva salva match point rumo à primeira final Challenger da carreira

Resultado histórico para Bernardo Saraiva: esta sexta-feira, o tenista lisboeta averbou a sua terceira vitória consecutiva na variante de pares em Colombus para alcançar a primeira final da carreira em torneios Challenger.

A assumir-se cada vez mais como um especialista nesta vertente, Saraiva uniu esforços esta semana com o norte-americano Maxime Cressy e a parceria tem dado imensos frutos: hoje, nas meias-finais, o pupilo de Peter Bartlett salvou um match point para superar o croata Ante Pavic e o mexicano Hans Verdugo com os parciais de 4-6, 6-2 e [11-9].

Atingida a maior decisão da carreira, o jogador de 25 anos, radicado já há muito nos EUA e campeão de 13 provas Future nos pares, vai agora, naturalmente, à procura do título no Ohio, tendo pela frente os segundos favoritos, os norte-americanos Nathaniel Lammons e Robert Galloway.
Avatar
Natural da Ilha do Pico, Açores. Estudante do 3.º ano do curso de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Amante e seguidor de ténis desde a adolescência.