Ex-número 1 mundial Marcelo Ríos quer voltar ao ténis para fazer história

Marcelo Ríos
Tenista chileno competiu pela última vez a nível oficial em 2004.

Foi nos torneios Challenger que Marcelo Ríos competiu pela última vez e é ao mesmo tipo de provas que quer regressar. Agora com 42 anos (celebra o 43.º aniversário no dia 26 de dezembro), o chileno tem um objetivo claro: fazer história no circuito.

Numa entrevista publicada pelo jornal La Tercera, o ex-número 1 mundial quer “fazer história e tornar-me no jogador mais velho a ganhar um torneio profissional.”

O atual recorde é detido pelo croata Ivo Karlovic, que em outubro de 2018 regressou aos títulos no circuito Challenger com 39 anos e 7 meses de idade. E apesar da tarefa não ser nada fácil Marcelo Ríos diz que tem “treinado muito e perdido peso” — 12 kilos, na verdade, estando agora “próximo do peso que tinha enquanto jogava regularmente”.

O plano do tenista chileno — que foi número 1 do mundo em 1998, o mesmo ano em que chegou às finais do Australian Open e da extinta Grand Slam Cup — passa por “pedir um wild card para jogar um Challenger nos Estados Unidos da América a 7 de janeiro”, ou seja, daqui a sensivelmente duas semanas.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."