Aos 15 anos, Tomokazu Harimoto é o campeão mais novo de sempre do maior torneio de ténis de mesa

É o campeão mundial de juniores mais novo de sempre, o campeão mais novo de sempre de um torneio do circuito profissional e, a partir deste domingo, o campeão mais novo de sempre do torneio mais importante do calendário: com 15 anos e 172 dias, Tomokazu Harimoto conquistou este domingo o ITTF World Tour Grand Finals, o Masters que reúne os 16 melhores jogadores da temporada.

Número 5 do ranking mundial, o mesa-tenista natural de Sendai, no Japão, completou a semana de sonho ao derrotar o mais experiente e cotado Lin Gaoyuan (4.º) por 4-1 em sets na grande final11-4, 13-15, 11-9, 11-9 e 11-9. A vitória aconteceu um dia depois de ter vencido o brasileiro Hugo Calderano (uma das sensações da temporada e carrasco do número 1 mundial) nas meias-finais.

HARIMOTO DOES IT!!! | 2018 ITTF World Tour Grand Finals

15 YEARS, 172 DAYS 😱😱😱 THE YOUNGEST EVER #ITTFGRANDFINALS MEN'S SINGLES CHAMPION IS TOMOKAZU HARIMOTO!!! 🏆💪🇯🇵👏

Publicado por International Table Tennis Federation em Domingo, 16 de dezembro de 2018

Nas bocas do mundo desde que se sagrou campeão mundial de juniores com apenas 13 anos, Tomokazu Harimoto tem reunido cada vez mais atenções por cada palco que passa. Ainda com 13 anos tornou-se no mais novo de sempre a chegar aos quartos de final do Campeonato do Mundo de seniores e dois meses depois no mais novo de sempre a conquistar um título no circuito mundial: o Open de Olomouc, na República Checa.

Já em 2018, Harimoto derrotou um campeão mundial e olímpico para fazer a festa em casa ao vencer o Japan Open. Mas a vitória deste domingo no ITTF World Tour Grand Finals tem outra importância: neste torneio marcam apenas presença os melhores dos melhores e o prize-money chega ao milhão de dólares, praticamente o triplo de dois torneios históricos: o China Open e o Australian Open.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."