Future de Monastir: Fred Gil atinge final de pares

Se as coisas nos singulares não têm saído a bem a Fred Gil, o mesmo não se pode dizer da variante de pares: três semanas depois, o ex-número um português terá a hipótese de lutar pelo título de um Future de 15.000 dólares realizado em Monastir.

A alinhar esta semana ao lado do tenista da casa Aziz Dougaz, o experiente tenista sintrense de 33 anos atuou a um bom nível para bater tranquilamente a dupla russa formada por Bogdan Bobrov e Yan Bondarevskiy (seu carrasco na primeira ronda da vertente individual) com parciais de 6-3 e 6-1.

Deste modo, Gil regressa a uma decisão de pares em território tunisino depois do desaire ao lado do brasileiro Diego Matos (recentemente “nas bocas do mundo”) no primeiro de quatro torneios consecutivos sediados em Monastir e procura amanhã o seu sétimo troféu do ano nesta variante.

Natural da Ilha do Pico, Açores. Estudante do 3.º ano do curso de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Amante e seguidor de ténis desde a adolescência.