Vídeo: Zverev assobiado por toda a O2 Arena depois de interromper um ponto (com razão)

Alexander Zverev

O ambiente aqueceu nos instantes finais do encontro entre Roger FedererAlexander Zverev. Discutia-se uma fase crítica do encontro — o tie-break do segundo parcial… — quando um dos apanha-bolas deixou cair uma bola e o tenista alemão interrompeu o ponto, alertando para o acontecido e pedindo a repetição do mesmo.

O público da O2 Arena não concordou, Roger Federer inicialmente não percebeu (aproximou-se do árbitro de cadeira para esclarecer a situação e, depois, as regras) e o caldo entornou-se na O2 Arena, com os cerca de 18.000 espetadores a assobiarem, quase em uníssono, o jovem de 21 anos — mesmo se a razão estava do seu lado, como confirmou depois o árbitro Carlos Bernardes.

Já depois de garantir a vitória, que lhe deu acesso à final mais importante da carreira, Alexander Zverev começou por se dirigir ao público londrino com um “pedido de desculpas pelo que aconteceu no tie-break, mas o apanha-bolas deixou cair uma bola e as regras dizem que temos de repetir o ponto.”

Pouco depois, talvez porque ao discurso humilde do jovem germânico se seguiu um misto de assobios e aplausos, a jornalista e apresentadora Annabel Croft interveio, chamando os espetadores à razão: “Não percebo porque é que estão a assobiar porque ele está a dizer a verdade. A bola caiu e foi em direção ao court, as regras são assim [tem de se repetir o ponto] por isso acho que têm de ter mais respeito.”

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."