Pedro Sousa desforra-se de último carrasco e dá mais um passo em direção ao top 100

Pedro Sousa 3
Fotografia: Fernando Correia/Lisboa Belém Open

Mais uma semana, mais uns quartos de final para Pedro Sousa (114.º ATP) em torneios do ATP Challenger Tour. São já três as semanas do lisboeta na América do Sul e sempre a chegar pelo menos a esta fase. Agora, em Montevidéu, no Uruguai.

Dias depois de ter cedido para Guido Andreozzi (82.º) na final do torneio de Guaiaquil, no Equador, o número 2 nacional desforrou-se de forma categórica, levando a melhor por claros 6-1 e 6-3 em apenas 72 minutos de encontro.

Ao chegar aos quartos de final do torneio uruguaio, que distribui 75.000 dólares em prémios monetários (um aumento de 50% em relação aos anteriores), Pedro Sousa assegura a subida ao 107.º lugar da tabela, ficando a apenas cinco posições de igualar o máximo de carreira e a sete da tão ambicionada e inédita entrada no top 100 mundial.

Como próximo adversário, o jogador do Centro de Alto Rendimento terá o espanhol Daniel Gimeno-Traver, que derrotou o sexto cabeça de série Hugo Dellien.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."