Quadros principais do Campeonato Nacional Absoluto já foram sorteados

Sorteio-Campeonato-Nacional-Absoluto

PORTO – O relógio não pára e nem a chuva interrompe o Campeonato Nacional Absoluto/Taça Guilherme Pinto Basto, que arrancou este domingo com os encontros da fase de qualificação. Entretanto, os quadros principais de singulares já foram sorteados.

No quadro masculino o destaque vai para a metade superior, com João Monteiro (primeiro cabeça de série e campeão em 2016) a ficar na mesma metade que Tiago Cação, terceiro favorito. Na inferior estão, por isso, Fred Gil (segundo) e José Ricardo Nunes (quarto).

Francisco Cabral (vice-campeão em 2015 e 2016, no CIF), Martim Leote Prata e Luís Faria, todos wild cards, aguardam por qualifiers, enquanto o jogador da casa Manuel Gonçalves — também ele convidado pela organização — se estreia contra Tomás Marques.

No quadro principal feminino o destaque vai para o encontro da primeira ronda entre Maria Inês Fonte, segunda cabeça de série e semifinalista há um ano, e Leonor Oliveira, uma das escolhidas para receber um wild card. As duas jogadoras são parceiras de treino no Centro de Alto Rendimento.

Lúcia Quitério, a outra jogadora galardoada com um convite, estreia-se com uma tenista vinda da fase de qualificação e pode medir forças com a colega Francisca Jorge na segunda etapa. A vimaranense é a campeã em título, primeira cabeça de série e defronta Patrícia Couto.

Clique para aumentar:

Na cerimónia do sorteio que se realizou na recém-remodelada club house do histórico Clube de Ténis do Porto estiveram presentes Vasco Costa (Presidente da Federação Portuguesa de Ténis), Vítor Pereira (Presidente do CTP), Dino Almeida (juíz-árbitro do torneio) e Hugo Maia, como representante dos jogadores.

Sorteio do Campeonato Nacional Absoluto/Taça Guilherme Pinto Basto e Campeonato Nacional de Ténis em Cadeira de Rodas/Taça Angelini:

Publicado por Raquetc em Domingo, 4 de Novembro de 2018

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."