João Sousa derrota estrela de Roland Garros e marca encontro com Novak Djokovic

Terceiro dia, terceira vitória de João Sousa no Rolex Paris Masters. Depois de passar com sucesso pela fase de qualificação, o vimaranense deixou pelo caminho uma das estrelas do ano no circuito ATP para marcar encontro com Novak Djokovic na segunda ronda.

À procura da 29.ª vitória do ano ao mais alto nível (quadros principais de torneios ATP, Grand Slams e Taça Davis), o número 1 nacional e 48 do mundo venceu o número 20 Marco Cecchinato por convincentes 7-5 e 6-3.

Frente a frente pela primeira vez desde o Challenger de Todi, no longínquo ano de 2013 (encontro esse que também tinha sido ganho por Sousa), o português e o italiano lutavam por um lugar na segunda ronda, onde já estava à espera Novak Djokovic.

E assim fica confirmado o sexto frente a frente da história entre o melhor tenista português de sempre e o melhor tenista sérvio de sempre, que lidera o confronto direto por 5-0 — tendo o último duelo acontecido em Flushing Meadows, na quarta ronda (6-3, 6-4 e 6-3).

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."