João Monteiro alcança quartas meias-finais consecutivas

TAVIRA – Depois de um dia de interrupção devido à chuva, João Monteiro (368.º) regressou fresco e autoritário ao Clube de Ténis de Tavira. Em apenas dois sets, o portuense selou o apuramento para as meias-finais do HPZ Ricoh Tavira Tennis Open, a conjugação perfeita para quem tem de enfrentar uma jornada dupla.

Campeão em Idanha-a-Nova (onde na semana anterior já tinha disputado uma final) e São Brás de Alportel, João Monteiro procura agora o regresso aos títulos em torneios de 25.000 dólares e este sábado deu mais um passo nessa direção, ao confirmar o favoritismo que levava para o encontro frente ao suíço Raphael Baltensperger (6-4 e 6-4).

Este foi o 13.º triunfo consecutivo para o portuense de 24 anos, que nunca tinha ganho tantos encontros seguidos na carreira e que agora fica à espera de um adversário que pode ser português: no outro encontro dos quartos de final, Tiago Cação já liderava frente ao qualifier sueco Jakob Johansson-Holm por um set.

O duelo será disputado ainda este sábado, estando previsto para o court central (com transmissão Raquetc) mas com a possibilidade de ser transferido caso a primeira meia-final se prolongue por demasiado tempo.

[4] João Monteiro (POR) vs. Raphael Baltensperger (SUI), quartos de final do HPZ Ricoh Tavira Tennis Open:

Publicado por Raquetc em Sábado, 27 de Outubro de 2018

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."