Liuzhou: Gonçalo Oliveira volta a cair no encontro de estreia

Gonçalo Oliveira
Fotografia: Fernando Correia/Lisboa Belém Open

Depois da derrota na primeira ronda em Ningbo, Gonçalo Oliveira cedeu novamente esta terça-feira no embate inaugural do Challenger de Liuzhou, na China, após ter voltado a sucumbir perante o tenista da casa Zhe Li.

Frente a frente pela segunda ocasião em oito dias, o português e o chinês travaram uma vez mais uma grande batalha: à semelhança do sucedido na anterior, também esta contou com a disputa de três sets e o número cinco nacional chegou a estar a apenas dois pontos do triunfo.

Porém, o portuense, atual 283.º ATP, não conseguiu aproveitar e viu o seu mais experiente adversário, de 32 anos e número 259 mundial, recuperar terreno rumo a uma excelente recuperação traduzida nos parciais de 1-6, 7-6(6) e 6-4 ao cabo de duas horas e 44 minutos de duelo.

Assim, o canhoto portuense de 23 anos diz adeus à variante individual em Liuzhou mas não ainda ao torneio propriamente dito. Isto porque há ainda a vertente de pares por disputar, onde alinhará ao lado do egípcio Mohamed Safwat.

Natural da Ilha do Pico, Açores. Estudante do 3.º ano do curso de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Amante e seguidor de ténis desde a adolescência.