Coelho, Ferreira, Almeida e Rodeia juntam-se a oito compatriotas no quadro principal em Tavira

TAVIRA – Chegou ao fim a fase de qualificação do HPZ Ricoh Tavira Tennnis Open. E terminou com vitórias de quatro portugueses, que assim se juntam a oito compatriotas no quadro principal de singulares e garantem, desde já, a presença de quatro tenistas lusos na segunda ronda.

Num dia que contou com os dois primeiros encontros do quadro principal — Luís Faria foi um dos vencedores –, Tomás Almeida foi o primeiro a seguir em frente. O português de 19 anos bateu o quinto cabeça de série, Tim Van der Horst, por 6-3 e 6-0 para chegar ao 10.º quadro principal da carreira em singulares. Como adversário, o portuense já sabe que vai ter João Graça, jogador da casa que recebeu um wild card.

Vitorioso foi, também, o dia de Gonçalo Ferreira, que passou pelo segundo pré-designado Diego Matos com 7-6(4) e 6-4 para marcar presença num quadro principal pela quarta semana consecutiva. Segue-se o russo Matvey Minin (976.º ATP).

Depois, foi a vez de Fábio Coelho seguir em frente. O sexto cabeça de série derrotou o norte-americano Baker Newman por 6-4 e 6-4 para marcar encontro com o compatriota Francisco Cabral na primeira ronda do quadro principal.

Para além dele, também André Rodeia venceu (6-4 e 6-3 vs. Marcos Torralbo-Albos) e vai ter pela frente um compatriota — o quinto cabeça de série Tiago Cação –, pelo que para além do já apurado Faria estão garantidos mais três portugueses na segunda eliminatória.

Ordem de jogos de terça-feira, 23 de outubro:

OOP3

Quadro atualizado:

updated draw

 

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."