João Monteiro continua firme e chega a mais uma final em Idanha-a-Nova

Duas semanas, duas finais para João Monteiro. É este o saldo do antigo campeão nacional absoluto em Idanha-a-Nova, após ter ultrapassado com distinção o seu encontro das meias-finais deste sábado no segundo Future de 15.000 dólares consecutivo alojado nos campos de piso rápido do Clube de Ténis de Idanha.

Principal candidato à vitória final fruto do atual 391.º lugar que ocupa na hierarquia individual, o antigo atleta do circuito universitário norte-americano fez valer as suas credenciais para prevalecer diante do potente norte-americano Ryan Shane, terceiro favorito e número 616 mundial, que em 2015 foi campeão nacional universitário nos EUA, pelos parciais de 6-2 e 6-1, em apenas 57 minutos de contenda.

Apurado para a sua terceira decisão individual do ano e das últimas quatro semanas, Monteiro procura este domingo regressar aos títulos pela primeira vez em mais de 11 meses, sabendo desde já que o seu derradeiro opositor será o sétimo cabeça de série, o austríaco Peter Goldsteiner (908.º ATP).

Natural da Ilha do Pico, Açores. Estudante do 3.º ano do curso de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Amante e seguidor de ténis desde a adolescência.