Invencibilidade de Gil em Idanha-a-Nova termina na segunda ronda da segunda semana

Chegou ao fim a invencibilidade de Fred Gil em Idanha-a-Nova. Depois de 11 vitórias (seis em singulares, cinco em pares) e dois títulos pelo meio, o jogador português de 33 anos não resistiu ao encontro da segunda ronda de singulares da segunda semana.

Novamente a defender o estatuto de segundo cabeça de série, o atual número 398 do ranking ATP perdeu para o austríaco Gabriel Schmidt (1230.º) por 7-6(4) e 7-6(2), num duelo que se estendeu por duas jornadas devido à chuva que na quinta-feira perturbou Idanha-a-Nova.

Afastado da competição de singulares, Gil deixa João Monteiro (primeiro candidato ao título) como o único português ainda em prova — joga hoje os quartos de final — e foca-se, agora, no quadro de pares. Ainda esta tarde, ao lado de Fábio Coelho, o sintrense defronta Gonçalo Ferreira e António Pedro Pragana.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."