Zverev igualou melhor marca do ano, Del Potro caiu e Anderson ganhou duelo de gerações

Alexander Zverev

Jornada de muitas emoções no Masters 1000 de Xangai. Novak Djokovic desfilou, Roger Federer voltou a tropeçar, Juan Martín del Potro caiu mesmo, Alexander Zverev igualou o melhor registo do ano e Kevin Anderson sorriu por último num duelo de gerações.

Com um lugar nos quartos de final em jogo, Novak Djokovic foi o jogador que mais convenceu. Campeão dos dois últimos torneios do Grand Slam, o sérvio — que voltou a afirmar-se nervoso por ter em cima da mesa a possibilidade de regressar ainda este ano ao topo do ranking — não esteve para brincadeiras e bateu facilmente Marco Cecchinato.

O italiano, que esta época despoletou para o sucesso, tinha ganho o único encontro entre ambos, na terra batida de Roland Garros (6-3, 7-6[4], 1-6 e 7-6[11] rumo às meias-finais), mas no piso bem rápido de Xangai a conversa foi outra: 6-4 e 6-0 para o tenista sérvio, que assim se colocou a duas vitórias de garantir o regresso à segunda posição do ranking.

Mais trabalho teve Roger Federer, o tenista suíço que defende o título de campeão e está obrigado a revalidar o título para se manter no segundo lugar (podendo, mesmo assim, ser ultrapassado caso Djokovic chegue à final), naquele que aliás foi o único encontro da jornada a ser adiado até um terceiro set.

Antes, já Alexander Zverev carimbara a passagem aos “últimos oito” (com uma vitória fácil, por 6-1 e 6-4, perante Alex de Minaur) para igualar o registo de Dominic Thiem, com quem partilha o maior número de vitórias (48) na atual temporada.

E depois foi a vez de Borna Coric o fazer. O jovem croata chega pela terceira vez em 2018 (quinta na carreira) aos quartos de final de um torneio Masters 1000 depois de uma vitória num único set: liderava por 7-5 quando Juan Martín del Potro desistiu, depois de uma forte (e feia) queda sobre um dos joelhos.

A jornada não se concluiu sem um duelo de gerações, e aí foi o mais velho (e alto) Kevin Anderson quem levou a melhor. O sul-africano de 32 anos, número 8 do mundo, derrotou o grego Stefanos Tsitsipas, de 20 anos e número 15, por 6-4 e 7-6(1), praticamente colocando um ponto final nas aspirações de “El Greco” chegar ao Nitto ATP Finals.

Alinhamento dos quartos de final em Xangai:

[1] Roger Federer vs. [8] Kei Nishikori
[13] Borna Coric vs. Matthew Ebden
[11] Kyle Edmund vs. [4] Alexander Zverev
[7] Anderson vs. [2] Djokovic

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."