Pedro Sousa derrota ex-top 5 mundial rumo aos quartos de final em Barcelona

Regresso em grande de Pedro Sousa (144.º ATP) ao circuito Challenger. Depois de três semanas de ausência para descansar e preparar a fase final da temporada, na qual espera aproximar-se do seu grande objetivo de há vários anos, o lisboeta já está nos quartos de final do torneio de Barcelona, em Espanha — e graças a uma vitória sobre aquele que em tempos foi um dos melhores jogadores do circuito.

O adversário desta quinta-feira era Tommy Robredo, atual 227.º do ranking mas número 4 em 2006, que no currículo conta com impressionantes 12 títulos e 11 vice-campeonatos em torneios ATP (incluindo uma final no Jamor, em 2005).

Estavam, por isso, frente a frente os dois campeões dos torneios Challenger organizados em Portugal esta época — o português no Braga Open, o espanhol no Lisboa Belém Open — e a vitória sorriu ao mais novo, com Pedro Sousa a triunfar pelos parciais de 7-5 e 7-5.

Em plena Academia Sánchez-Casal, considerada uma das melhores do mundo, o jogador lisboeta de 30 anos contrariou, com três breaks no primeiro set e dois no segundo, a experiência do veterano tenista espanhol e o apoio do público da casa para vencer quando estava decorrida 1h25 de encontro.

Com este resultado, Pedro Sousa garante o apuramento para os quartos de final de um torneio Challenger pela nona vez esta época, igualando o registo de 2017. Como próximo adversário, o português — quinto cabeça de série — terá o vencedor do encontro entre o argentino Marco Trungelliti (terceiro pré-designado e 129.º do ranking) e o francês Tak-Khunn Wang (445.º).

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."