Pela primeira vez na história, Roger Federer e Serena Williams vão estar frente a frente

De um lado, aquela que é considerada a melhor jogadora de todos os tempos. Do outro, aquele que é considerado o melhor jogador de todos os tempos. Em janeiro, Serena Williams e Roger Federer vão estar frente a frente na Hopman Cup, confirmou esta quarta-feira a organização daquele que é o maior torneio de exibição do início da temporada.

O tenista suíço de 37 anos já tinha presença confirmada na prova ao lado de Belinda Bencic, com quem aliás venceu a edição de 2017, e esta quarta-feira foi a vez de Serena Williams e Frances Tiafoe serem anunciados como representantes da equipa dos Estados Unidos da América.

O aguardado encontro entre Serena e Federer vai acontecer no primeiro dia do novo ano, quando os dois se defrontarem em pares mistos depois dos respetivos duelos de singulares. A Grã-Bretanha (de Cameron Norrie e Katie Boulter) e a Grécia (de Stefanos Tsitsipas e Maria Sakkari) são os restantes países que compõem o Grupo B.

Já no Grupo A, estão a França (de Lucas Pouille e Alizé Cornet), a Espanha (de David Ferrer e Garbiñe Muguruza), a Alemanha (de Alexander Zverev e Angelique Kerber) e a Austrália (de Matt Ebden e Ashleigh Barty).

Depois da fase de grupos, as quatro melhores equipas jogam as meias-finais, já em formato de eliminação direta, e ainda a grande final. O dia 29 de dezembro marca o arranque da Hopman Cup 2019, que termina a 5 de janeiro.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."