Winston-Salem: João Sousa alonga série de derrotas consecutivas para 7

João Sousa não vai vivendo nesta altura uma boa fase na sua época. O tenista português continua sem vencer qualquer encontro desde que chegou aos quartos de final em Antália, e, na madrugada desta segunda-feira, voltou a sair mais uma vez derrotado do court, desta feita em Winston-Salem.

À procura de colocar um ponto final na série de seis derrotas consecutivas que trazia (cinco delas em encontros de estreia), o número um nacional aumentou agora esse número para sete, ao cair na estreia do seu último torneio antes de rumar a Nova Iorque perante o ex-top 20 mundial, Andreas Seppi.

O português foi afastado por intermédio dos parciais de 7-5 e 6-4 em pouco mais de 1h20 de jogo, sendo que uma quebra de serviço em cada parcial e o facto do vimaranense não ter concretizado nenhum dos dois set points que teve à sua disposição no primeiro parcial acabaram por ser cruciais no desfecho da partida.

Posto isto, João Sousa continua sem vencer em Winston-Salem (joga o quadro principal desde 2013) e tem como próximo torneio o último Grand Slam da temporada, o US Open.

Francisco Semedo
A tirar a licenciatura em Turismo na Universidade Europeia, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.