Stan Wawrinka em modo ‘Stanimal’ supera Kei Nishikori em Cincinnati e alcança o 10.º triunfo de 2018

Esteve bem escondido mas o animal em que Stan Wawrinka outrora tantas vezes se transformou parece finalmente voltar a rugir. O suíço — atualmente na 151.ª posição da hierarquia mundial –, levou a cabo possivelmente a melhor performance desde o seu regresso para derrotar o japonês Kei Nishikori (23.º) com um duplo 6-4 e avançar rumo aos oitavos de final do Masters 1000 de Cincinnati.

O grande ponto alto neste duelo entre antigos números três e quatro do ranking mundial chegou na segunda metade do primeiro set. Numa altura em que Nishikori se adiantava no marcador em 4-1, Stan the Man — exibindo um autêntico show da sua famosa esquerda a uma mão — inicia aquela que viria a confirmar-se uma extraordinária reviravolta.

Conquistando três breaks consecutivos — dois na primeira partida e um a abrir a segunda — Wawrinka não só fechou o primeiro parcial como colocou logo de seguida o adversário entre a espada e a parede. Mais tarde, após uma reta final relativamente tranquila, o tricampeão em Grand Slams acabaria mesmo por sair vitorioso e assim desempatar o confronto direto frente a Nishikori (neste momento encontra-se em 5-4).

Para atingir os quartos de final em Cincinnati, Wawrinka terá de replicar o triunfo da semana passada em Toronto frente ao húngaro Marton Fucsovics (48.º). Em terras canadianas, os dois atletas protagonizaram uma autêntica batalha que só viu um fim ao cabo de um tie break no terceiro set.

Em caso de vitória, o semifinalista de 2012 poderá reencontrar o compatriota Roger Federer nos quartos de final da prova norte-americana. A confirmar-se, será certamente um dos duelos mais eletrizantes e aguardados da semana.

António Vieira
Natural de Lisboa e licenciado em Gestão, vê no Ténis uma extraordinária modalidade com vasto potencial a ser explorado em Portugal. Tem como principal objetivo a contribuição no seu crescimento partilhando com o Mundo a sua espetacularidade.