Fim da Taça Davis gera reações por parte dos seus protagonistas: “Uma vergonha”

França TD

Os jogadores e ex-jogadores, principais protagonistas do espetáculo que é a Taça Davis reagiram à votação realizada em Orlando para a alteração do formato da competição.

A grande maioria dos que se expressaram foi de forma negativa, referindo que o maior torneio de nações morreu por causa do dinheiro, que esta nova inovação é uma vergonha e queixaram-se de não terem sido consultados na altura da votação.

“Sempre joguei por paixão, agora um evento incrível tornou-se apenas dinheiro”, escreveu Robin Haase na sua conta do Twitter. Quem foi mais longe, foi Lucas Pouille, que refere que a “ITF é uma vergonha para o ténis”.

Nicolas Mahut afirma que “a Taça Davis está morta por um punhado de dólares”, enquanto Yannick Noah fala “num dia triste para o ténis” e Boris Becker declara estar “sem palavras quanto à decisão”.

Não é só dos jogadores que vêm as críticas, também de federações como a alemã ou a australiana. A Federação Alemã de Ténis, na voz do seu presidente, lamenta que “infelizmente, a discussão dos últimos dias foi mais sobre o dinheiro do que o desporto”. Já a Tennis Australia escreve que “esta reforma destrói a maior parte do espírito da Taça Davis”.

Francisco Semedo
A tirar a licenciatura em Turismo na Universidade Europeia, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.