Fred Gil vence o primeiro pré-designado e completa meias-finais totalmente portuguesas

Fred Gil3

Não podia estar a correr melhor o primeiro de três torneios Future sediados na academia de ténis da Beloura, em Sintra, uma vez que as meias-finais da prova de 15 mil dólares são compostas por dois encontros entre tenistas portugueses.

Depois de João Monteiro (aqui) e Frederico Silva (aqui) terem vencido os respetivos embates, garantindo assim que vão discutir entre si o acesso à final, e de Tiago Cação ter batido o indiano Terence Das, Fred Gil (408.º) não quis ficar atrás dos compatriotas e acabou por compor o ramalhete, ao registar um dos melhores triunfos do ano: 6-3, 3-6 e 6-2 frente a Yannick Jankovits (311.º), primeiro cabeça de série, em 2h21.

Esta é a quinta vez em 2018 que o antigo número 1 nacional alcança as meias-finais de singulares de um torneio Future, ele que terá agora como opositor Tiago Cação (575.º), numa reedição dos quartos de final da edição deste ano do Setúbal Open, também em piso rápido (vitória do mais jovem por 4-6, 6-3 e 6-1).

Portanto, é fácil de ver que a jornada deste sábado na Beloura Tennis Academy está recheada de motivos de interesse. É que além de meias-finais totalmente portuguesas no quadro de singulares, a final de pares terá igualmente representação lusa: Tiago Cação & Guilherme Osório defrontam esta tarde Francisco Dias & Jonathan Binding, enquanto Gonçalo Falcão & Diego Matos encaram Alexander Donski & Sora Fukuda.

E a entrada é gratuita!

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade. Contacto: joaocorreia@raquetc.com