Com Dimitrov e Zverev fora de Toronto, del Potro alcança 3.º posto do ranking (máximo de carreira)

Juan Martín del Potro M
Fotografia: MexTenis

Mesmo sem ter entrado em ação esta semana — o pulso esquerdo precisa de descanso –, Juan Martín del Potro saiu beneficiado no que ao ranking diz respeito. Isto porque com as derrotas de Grigor Dimitrov e Alexander Zverev, esta sexta-feira, nos quartos de final do Masters de Toronto, o argentino vai subir ao 3.º lugar da hierarquia na próxima segunda-feira.

O campeão do US Open em 2009, que até então nunca havia passado do 4.º posto do ranking, vai disputar o Masters de Cincinnati como número 3 do mundo, tornando-se assim no quarto tenista argentino da história a alcançar o top 3 mundial (Guillermo Vilas, Guillermo Coria e David Nalbandian).

De recordar que Juan Martín del Potro, de 29 anos, tem dois títulos conquistados em 2018: o ATP 500 de Acapulco e o Masters de Indian Wells.

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade. Contacto: joaocorreia@raquetc.com