Washington: Svetlana Kuznetsova salva quatro match points e regressa aos títulos 2 anos depois

Foi preciso sofrer a bom sofrer para que Svetlana Kuznetsova voltasse a erguer um troféu no circuito WTA. A jogadora russa, ex-número 2 mundial, regressou na madrugada desta segunda-feira aos títulos, ao conquistar em Washington o 18.º título da carreira, o primeiro desde 2016.

Fora do top 100 mundial aquando da realização da final, posicionando-se no 128.º posto, a tenista natural de São Petersburgo derrotou a bem mais jovem Donna Vekic por 4-6, 7-6(7) e 6-2 em mais de duas horas e meia de embate, naquele que foi, de longe, o seu mais duro encontro do torneio americano.

A jogadora de 33 anos, que no percurso até à final o máximo de jogos que tinha cedido por encontro se registava nos quatro, fez um total de 34 winners contra 36 erros não forçados, salvando no segundo parcial quatro match points, facto que acabou por ser crucial para o claro domínio no terceiro set, onde a croata acusou o desalento de não ter concretizado nenhuma dessas oportunidades.

O título na capital norte-americana não é novidade para Kuznetsova, que repete o feito conseguido em 2014. Quanto às consequências no ranking, essas já se fizeram notar. Na atualização desta segunda-feira a jogadora de leste volta a constar no top 100 mundial, com uma ascensão de 41 posições até ao 87.º posto da hierarquia feminina.

Francisco Semedo
A tirar a licenciatura em Turismo na Universidade Europeia, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.