À terceira foi de vez para Mihaela Buzarnescu, que se estreou a vencer no circuito WTA

Buzarnescu 18
Fotografia: Mubadala Silicon Valley Classic

A romena Mihaela Buzarnescu (24.ª) é a primeira vencedora do Mubadala Silicon Valley Classic, o torneio de categoria Premier que este ano se mudou de Stanford para San Jose. E uma vencedora, diga-se, incontestável, tal foi o arraso na final deste domingo.

Depois das finais perdidas em Hobart e Praga no decurso deste ano, a romena de 30 anos, que é doutora, conseguiu finalmente colocar o seu nome na vitrina de campeãs de torneios WTA, na sequência do triunfo inequívoco frente a Maria Sakkari (49.ª), estreante em finais, por 6-1 e 6-0.

Buzarnescu vai entrar no top 20 mundial daqui a algumas horas, quando for conhecida a atualização do ranking feminino, ao passo que Sakkari, pese embora a derrota, também alcançará o seu melhor ranking de carreira, ao colocar-se à porta do top 30.

Um 2018 que ainda pode melhorar

Esta tem sido a melhor época da carreira de Mihaela Buzarnescu, que alcançou em 2018 a quarta ronda em Roland Garros e a terceira em Wimbledon. Mas agora, nesta fase da temporada dedicada aos torneios jogados em hard courts, a romena natural de Bucareste tem legítimas aspirações de continuar a evoluir, ou não fosse essa a superfície onde mais gosta de jogar.

Sem tempo para descansar, Buzarnescu está de partida para Montreal, para disputar o prestigiado torneio canadiano. A sua anfitriã será a qualifier chinesa Qiang Wang (53.ª). À espera da vencedora deste encontro está a ucraniana Elina Svitolina.

Simona Halep, número 1 do mundo, muito feliz com a vitória da sua compatriota:

Atualizado às 23h42 de domingo, dia 5.

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade.