Porto Open: uma suíça ou uma espanhola, outra vez — agora na final

Cristina Bucsa
Cristina Bucsa é espanhola, vem da fase de qualificação e vai lutar pela dobradinha: está nas finais de singulares e pares do Porto Open.

PORTO – Uma é a primeira cabeça de série, a outra vem do qualifyingJil Belen Teichmann ou Cristina Bucsa. Uma delas vai sagrar-se campeã de singulares da 19.ª edição do Porto Open, que este ano volta a distribuir 25.000 dólares em prémios monetários (número que duplica se contabilizados os quadros masculinos).

Com início marcado para a mesma hora, os encontros femininos desta sexta-feira não tiveram histórias muito diferentes e concluíram-se praticamente em uníssono: no Court Central, Jin Belen Teichmann, a primeira cabeça de série, derrotou a terceira, Olga Saez Larra, por 6-2 e 6-4; já no Court 1, a qualifier Cristina Bucsa derrotou a oitava favorita, Ylena In-Albon pelos parciais de 7-5 e 6-2.

E agora? O teórico favoritismo da suíça ou o excelente momento da espanhola, que para além do embalo que já vem da fase de qualificação está, também, a brilhar em pares (é uma das finalistas)? Certo é, apenas, que tal como nas meias-finais também na final estarão frente a frente uma suíça e uma espanhola.

Quanto ao resultado, é esperar para ver: a final está marcada para as 11h deste domingo.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."