Porto Open. Tiago Cação voltou a meter o turbo e já está nos quartos de final

Tiago-Cação
Fotografia: Ricardo Pereira Junior

PORTO – Sem perder tempo. Depois de, na parte da manhã, ceder apenas um jogo no reatar do encontro para dar a volta a Francisco Cabral, na tarde desta quinta-feira Tiago Cação voltou a exibir-se a um excelente nível para assegurar a presença nos quartos de final do Porto Open.

A defender o estatuto de sexto cabeça de série no Clube de Ténis do Porto, o jogador português de 20 anos não mostrou sinais de desgaste relacionados com o encontro anterior e “despachou” o brasileiro Gabriel Ciro da Silva, vindo da fase de qualificação: 6-3 e 6-1 em apenas 1h09.

Num encontro sem história, há a destacar a eficácia de Cação nos seus jogos de serviço, o que lhe permitiu colocar sempre a pressão do jovem sul-americano de 18 anos, atual número 1371, do primeiro ao último ponto.

Já com duas vitórias somadas no Porto Open, o torneio de ténis mais importante da cidade invicta, Tiago Cação junta-se a Nuno Borges nos quartos de final de singulares (Mate Valkusz, o húngaro que é o terceiro cabeça de série e que há dois anos liderou o ranking mundial de juniores, é o próximo adversário).

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."