Pressão? Ostapenko sente-se mais leve do que nunca

Ostapenko W
Fotografia: AELTC/Simon Bruty

Jelena Ostapenko está a desfrutar de jogar o torneio de Wimbledon. Livre de pressão e aproveitar cada minuto que vai passando em court – e já são muitos porque está nas meias-finais –, a letã admitiu em conferência de imprensa que já não se lembra da última vez que se sentiu assim, sem pressão.

“Na verdade, nem me lembro. Acho que esta é uma daquelas vezes em que não sinto pressão nenhuma. Limito-me apenas em ir para o court e gozar o momento”, afirmou Ostapenko, que recordou o sentimento vivido há umas semanas, em Paris: “Tive muita pressão sobre mim em Roland Garros, mas esse momento já passou”.

O caminho para as meias-finais de Wimbledon pela primeira vez na carreira construiu-se com cinco vitórias em parciais seguidos, o que ilustra bem o grande momento de forma que está a atravessar. “Creio que estou a jogar a um nível muito alto, porque ainda não cedi qualquer set. E tenho lutado muito. Ainda ontem (segunda-feira) estava a perder por 5-2 [frente a Sasnovich], e ainda venci esse set. Isso é algo que me dá muita confiança”, assumiu.

A jogar naquela é uma das suas “superfícies preferidas”, a antiga campeã de Wimbledon em juniores vai medir forças com a alemã Angelique Kerber – também ela a atravessar um excelente momento – por um lugar na tão desejada final de sábado.

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade. Contacto: joaocorreia@raquetc.com