Inês Murta afastada do quadro principal pela parceira de pares

PALMELA – Foi curta a passagem de Inês Murta pelo quadro principal de singulares da Olevra Cup, com a jogadora algarvia de 21 anos a ser derrotada na eliminatória inaugural pela parceira de pares.

A derrota, consumada com os parciais de 6-0 e 6-2 no final de tarde desta terça-feira, foi assinada por Fatma Al Nabhani, de Omã e número 481 do mundo, em 53 minutos, e colocou um ponto final na boa campanha que a número 1 nacional vinha a fazer no ITF de 25.000 dólares de Palmela — tinha passado com sucesso pelos dois encontros do qualifying.

Assim, a Murta resta, agora, a variante de pares, onde curiosamente jogará ao lado de Al Nabhani: já esta quarta-feira, as duas terão Luniuska Delgado e Vlada Ekhshibarova, da Venezuela e Israel, respetivamente, como adversárias na primeira ronda, um encontro que será transmitido em direto no Facebook do Raquetc. 

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."