Pedro Sousa com entrada direta num quadro principal de um torneio ATP pela 1.ª vez na carreira

Aos 30 anos, Pedro Sousa (131.º) disputará pela primeira vez na carreira um quadro principal de um torneio ATP no qual teve entrada direta, isto é, sem necessitar de passar pelo qualifying ou receber um convite por parte da organização.

O número três nacional estava a apenas uma posição de aceder direto à grelha principal do SkiStar Swedish Open, torneio de categoria ATP 250 que se disputa em Bastad na semana seguinte ao término de Wimbledon, e viu essa entrada confirmada esta segunda-feira.

A razão para tal não foi a desistência de tenistas, mas sim a vaga dos dois lugares de Special Exempt (lugares disponíveis para jogadores que atinjam as meias-finais nos torneios da semana anterior, neste caso Wimbledon, e que não tenham entrada direta na prova em questão), o que faz com que o lisboeta se junte a Gastão Elias no quadro principal.

Esta será a oitava vez na carreira que Pedro Sousa disputa o quadro principal de um torneio da ‘primeira divisão’, a primeira fora de Portugal. Em sete participações em eventos desta categoria, o português somou dois triunfos, mais precisamente nas edições de 2017 e 2018 do Millennium Estoril Open.

Além de Pedro Sousa e Gastão Elias, também João Sousa joga na mesma semana, mas desta feita em Umag, na Croácia.

Francisco Semedo
A tirar a licenciatura em Turismo na Universidade Europeia, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.