Tiago Cação: e viva a juventude!

[texto de opinião originalmente publicado no website da Federação Portuguesa de Ténis]

O português Tiago Cação é um dos 85 jogadores que com 20 anos ou menos faz parte do top 700 mundial, tendo esta semana estabelecido o melhor registo pessoal ao figurar na 655ª posição na lista ATP.

Com 20 anos completados em fevereiro, Tiago Cação pertence a um grupo que representa 12,1 por cento dos jogadores que, com 20 anos ou menos, estão situados nos primeiros 700 lugares do ranking.

No contexto atual, trata-se de uma percentagem bastante interessante e que vai de encontro a uma fase de afirmação pessoal, depois de ter sido ultrapassada uma fase de adaptação ao circuito e de muitas incertezas pelo caminho como acontece com muitos jogadores nestas idades.

“Estamos bastante satisfeitos pelo trajeto que o Tiago Cação tem feito neste ano e o primeiro objetivo foi alcançado. Mas fiquei ainda mais contente quando ele nos disse que espera ainda fazer melhor”, comentou Rui Machado, coordenador técnico do CAR Jamor Jogos Santa Casa.

No ITF de Setúbal, torneio apoiado pela Federação Portuguesa de Ténis, Tiago Cação cumpriu a terceira final do ano e tornou-se no segundo jogador com mais pontos conquistados em Portugal em torneios ITF, a seguir a Frederico Silva, este vencedor de 3 provas.

“Nestes últimos meses foram feitas algumas alterações técnicas e o Tiago assimilou essas mudanças. Tem uma boa atitude no treino”, assinalou Rui Machado, um dos seus treinadores numa equipa técnica que integra Gonçalo Nicau, Hugo Anão e o preparador físico Paulo Figueiredo.

“A disponibilidade do Tiago para o treino físico é muito grande e os progressos têm sido notórios. Está mais explosivo e mais rápido e este é o caminho”, observou Paulo Figueiredo.

Tiago Cação reforçou o estatuto de nº 10 nacional e na passagem por Setúbal ganhou a Frederico Gil e Nuno Borges, jogadores que estão à sua frente no ranking.

Número de jogadores com 20 anos ou menos no ranking mundial masculino:

No top 100: 6
Entre 100-200: 7
200-300: 9
300-400:12
400-500: 12
500-600: 18
600-700: 21

Países com mais jogadores no top 700 mundial com 20 anos ou menos:

Estados Unidos: 9
França: 7
Japão: 7
Itália: 6
Rússia: 6
Brasil: 5
Espanha: 4
Austrália: 4
Argentina: 3

Norberto Santos
Ex-redator principal do Record e historiador do ténis português.