Olé, olé, olé! Gonçalo Oliveira sagra-se campeão de pares no Cazaquistão

Depois de Ostrava [aqui], Shymkent. Gonçalo Oliveira arrecadou esta sexta-feira, no Cazaquistão, o segundo título de campeão de pares em torneios Challenger, o segundo escalão da modalidade.

A jogar ao lado de Lorenzo Giustino, o português, cada vez mais um especialista nesta variante, levou de vencida os austríacos Lucas Miedler & Sebastian Ofner, por 6-2 e 7-6(4), numa final que só conheceu momentos de equilíbrio na segunda partida e que até podia ter terminado mais cedo (Oliveira & Giustino lideraram por 6-2 e 3-1).

A superioridade da dupla luso-italiana ao longo da semana foi de tal forma evidente que as 4 vitórias foram registadas em parciais diretos, sendo que apenas por duas vezes o serviço foi quebrado (no duelo dos quartos de final e hoje).

Com este título em solo cazaque, Gonçalo Oliveira deverá ascender na próxima semana ao top 120 da hierarquia mundial de pares (117.º) pela primeira vez na carreira.

Esta foi a sexta final de pares em eventos Challenger que o portuense de 23 anos disputou — terceira este ano. Além de Shymkent e Ostrava, competiu no encontro de atribuição do título do torneio de Banguecoque, no início do ano, juntamente com o checo Zdenek Kolar.

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade.