Tiago Cação derrotado pelo “tomba portugueses” em Huelva

Tiago-Cação-

Andre Goransson é um perfeito desconhecido no mundo do ténis, mas simultaneamente, esta semana, esteve no centro das atenções no que a três tenistas portugueses diz respeito.

É que este sueco de 24 anos, que ocupa o modestíssimo posto 1130.º da hierarquia mundial, oriundo da fase de qualificação do Future de Huelva, derrotou de forma consecutiva Gonçalo Falcão (1309.º), Fred Gil (427.º) e Tiago Cação (698.º).

Enquanto a vitória frente a Falcão permitiu-lhe aceder ao quadro principal da prova, o triunfo no embate com Gil colocou-o na segunda ronda e, esta quarta-feira, rumou aos quartos de final ao deixar por terra Cação, por 6-2 e 7-6(6), depois de até ter estado a perder por 4-0 no segundo set e de ter anulado um set point no tie break.

A boa notícia é que Goransson não mais se cruzará com qualquer tenista português esta semana (pelo menos na prova de singulares). A má, e partindo da premissa anterior, é que já não há representação lusa, porque João Monteiro também saiu de cena na jornada de hoje.

Fred Gil avança na competição de pares

O duo ibérico composto por Fred Gil & Alejandro Davidovich Fokina já está nas meias-finais do torneio, estando ainda por definir a dupla adversária no encontro de acesso à final.

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade. Contacto: joaocorreia@raquetc.com