Francisca Jorge triunfa em Óbidos; Maria João Koehler não

Francisca Jorge-O
Fotografia: Cirilo Vale

Francisca Jorge (707.ª) assume-se cada vez mais como a grande esperança do ténis feminino em Portugal. Esta quarta-feira, no primeiro encontro do dia no Court 1 da Bom Sucesso Tennis Academy, a atual campeã nacional absoluta superiorizou-se a Inês Murta (617.ª) pela segunda vez seguida, depois de já o ter feito no torneio jogado no Lisboa Racket Centre (em outubro de 2017).

Desta feita, em Óbidos, mas igualmente num encontro alusivo à primeira eliminatória, a tenista natural de Guimarães carimbou o passaporte para os oitavos de final com uma vitória por 7-6(5) e 7-5, em duas horas e 21 minutos.

Como próxima adversária neste torneio que distribui 25 mil dólares em prémios monetários, a jogadora portuguesa de 18 anos terá a georgiana Sofia Shapatava (388.ª), quinta pré-designada, que no compromisso da ronda anterior deixara fora de ação Catarina Castro Cerqueira.

Maria João Koehler eliminada em menos de 1h30

Depois de ter alcançado os quartos de final em Oeiras há um par de semanas, Maria João Koehler (678.ª) ainda não voltou a vencer. Se no torneio de Óbidos jogado na semana passada a antiga número 1 portuguesa foi derrotada por Francisca Jorge no encontro de estreia, esta quarta-feira a responsável pelo desaire da portuense foi a romena Laura-Ioana Andrei (543.ª), por 6-2 e 6-1 em 1h20.

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade.