João Sousa com entrada direta em Wimbledon pelo quinto ano consecutivo

João Sousa
Fotografia: Jon Buckle/AELTC

O torneio de Wimbledon divulgou, no início de manhã desta quarta-feira, as listas de inscritos nos quadros principais de singulares da edição de 2018. E, sem surpresas, nelas figura o nome de João Sousa, o único português a ter, para já, entrada direta no Major britânico.

Aos 29 anos, o tenista vimaranense vai disputar o quadro principal do 3.º torneio do Grand Slam do calendário pela 5.ª vez consecutiva. E, à semelhança das anteriores, tal acontece ao ter entrada direta no torneio, fruto do 48.º posto que ocupa no ranking ATP.

Com este registo, o melhor tenista português de todos os tempos iguala um feito já conseguido (e até melhorado) nos restantes torneios do Grand Slam: no Australian Open e em Roland Garros (onde começa a jogar já na próxima semana) conta com seis entradas diretas nos respetivos quadros principais, um registo que deverá igualar em Nova Iorque, quando participar pela 6.ª vez no US Open.

Se João Sousa é, para já, o único a ter entrada direta, o cenário também é, digamos assim, bastante favorável a Gastão Elias, que tem apenas seis jogadores à sua frente na lista de alternates para o quadro principal. A lista relativa aos jogadores com entrada na fase de qualificação ainda não é conhecida.

Duas paragens antes de chegar ao All England Club

À semelhança do que aconteceu em 2017, e tal como foi noticiado pelo Raquetc há uma semana, o calendário do tenista vimaranense para a época de relva divide-se em três paragens, duas delas antes de chegar ao All England Club: primeiro Halle, na Alemanha, e depois Antália, na Turquia.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."