Pedro Sousa: “Há um mês não ganhava a ninguém e agora já vou ganhando uns joguinhos”

Pedro Sousa 3
Fotografia: Fernando Correia/Lisboa Belém Open

LISBOA Pedro Sousa vai vivendo neste momento a melhor fase da temporada, somando oito vitórias consecutivas que lhe permitiram conquistar o título em Braga e já estar nas meias-finais do Lisboa Belém Open.

O último desses triunfos foi alcançado esta sexta-feira, com o lisboeta a ceder apenas quatro jogos para bater a jovem estrela canadiana, Felix Auger-Aliassime. Em conferência de imprensa, Pedro Sousa admitiu não ter começado da melhor forma, mas que a partir do momento que corrigiu os erros iniciais tudo fluiu naturalmente.

“Entrei a cometer alguns erros e ele aproveitou isso. A partir do momento que comecei a ficar mais sólido e a errar menos o encontro começou a cair para o meu lado. Ele começou a falhar mais e consegui manter o nível de jogo até ao fim e foi isso que fez a diferença”, comentou o jogador de 29 anos, que continua a reiterar que já está a jogar ao nível que pretende.

“Já estou a subir outra vez, já me sinto outra vez em forma. Há um mês não ganhava a ninguém e agora já vou ganhando uns joguinhos”, brincou o número 129 mundial.

Na meia-final, Pedro Sousa tem pela frente o chileno Christian Garin, um jogador que o português aprecia ver jogar, mas que nunca defrontou.

“Conheço alguma coisa. Gosto muito de o ver jogar. Por acaso comentei no início do torneio que o Garin ia ser perigoso e a verdade é que está na meia-final. Vai ser mais um jogo, vou tentar contrariar o jogo dele e chegar à final”, afirmou.

Francisco Semedo
A tirar a licenciatura em Turismo na Universidade Europeia, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.