Muito Cilic para pouco Carreño Busta

Marin Cilic Roma
Fotografia: Internazionali BNL d'Italia

Um Marin Cilic intratável derrotou um Pablo Carreño Busta (11.º) que não teve argumentos para discutir o encontro entre ambos, na tarde desta sexta-feira, em Roma.

O croata, 5.º do ranking, que falhara o Masters de Madrid devido a lesão no joelho surgiu no Foro Italico com fome de bola e decidido a fazer o que nunca havia conseguido até então: qualificar-se para as meias-finais de um torneio da categoria jogado em terra batida pela primeira vez na carreira.

Depois de um encontro de estreia complicado frente a Ryan Harrison, que só ficou decidido no tie-break da terceira partida, Cilic triunfou confortavelmente nas rondas seguintes: ontem batera Benoit Paire (6-3 e 6-4) e hoje afastou Pablo Carreño Busta, em 65 minutos, por 6-3 e 6-3.

Com uma percentagem esmagadora de pontos ganhos com o primeiro serviço (96%), o croata de 29 anos perdeu apenas sete pontos nos seus jogos de serviço (4 duplas faltas) e não enfrentou qualquer ponto de break, num encontro que dominou por completo.

Esta vitória é duplamente especial para Cilic: além do já referido apuramento para as meias-finais de um Masters disputado em terra batida pela primeira vez na carreira, o croata subirá, pelo menos, ao 4.º posto da hierarquia mundial na próxima semana, por troca com Grigor Dimitrov.

E agora defrontará o vencedor do confronto entre David Goffin e Alexander Zverev (não antes das 20h00, Sport TV 3).

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade.