Maria Sharapova regressa aos quartos de final em Roma pela primeira vez desde 2015

Maria Sharapova
Fotografia: Antonio Costantini

Já foi em 2015 que Maria Sharapova atingiu os quartos de final do torneio WTA Premier 5 de Roma pela última vez, tendo mesmo conseguido levar o título de campeã para casa nesse ano. Agora, em 2018, a antiga líder da hierarquia mundial feminina derrotou Daria Gavrilova (6-3 e 6-4), numa reedição da meia-final desse ano, e irá defrontar Jelena Ostapenko, campeã em título de Roland Garros.

No primeiro set, Maria Sharapova começou a liderar por 5-1. A servir para o set a 5-2, a russa fez uma dupla falta para entregar o jogo e devolver uma das quebras de serviço à jovem australiana. Cedo voltou a pressionar a adversária e quebrou o serviço a Gavrilova para conquistar o primeiro parcial.

Depois, foram quatro as quebras de serviço consecutivas no fim do segundo set, já que Maria Sharapova liderava por 5-3 e estava a servir para o set quando voltou a ceder o seu serviço para permitir à adversária a luta pelo parcial. Com uma dupla-falta, seguida de alguma frustração ao atingir o solo com a raquete, Daria Gavrilova deu o match point à adversária, que não o aproveitou.

Continuando a ser agressiva, a atleta russa colocou maior pressão na sua oponente e concluiu o encontro com os parciais de 6-3 e 6-4, frente a uma Daria Gavrilova visivelmente frustrada.

Esta vitória é de extrema importância para a bicampeã de Roland Garros, dado que assim Maria Sharapova garante um lugar entre as 32 cabeças de série do torneio do Grand Slam disputado em solo francês.

Pedro Cunha
O ténis apareceu na minha vida como apenas mais um desporto mas rapidamente o cheiro das bolas e o pó cor de laranja da terra batida onde pratico tornaram a minha vida melhor. Desde o som das pancadas, ao simples abrir de uma lata nova de bolas, tudo neste desporto tem encanto.