Pedro Sousa mantém boa forma e derrota Fred Gil na estreia em Lisboa

LISBOAPedro Sousa vem do título em Braga e chega ao CIF – Clube Internacional de Foot-Ball determinado em adicionar mais um troféu ao palmarés. Prova disso? A forma como se exibiu no final de tarde desta terça-feira frente ao compatriota Fred Gil para vencer em 62 minutos (6-2 e 7-5) e chegar à segunda ronda do Lisboa Belém Open.

A jogar mais em casa do que nunca — não fosse o CIF o seu clube e o Challenger organizado por Manuel “Manecas” de Sousa, o seu pai –, o lisboeta que brevemente comemora 30 anos foi mais forte que o compatriota. Mas Gil, que procurava o regresso aos triunfos em quadros principais de Challengers pela primeira vez desde 2014, não desistiu e no segundo parcial conseguiu equilibrar a contenda, tendo mesmo estado perto de forçar um último parcial.

Com a vitória, Pedro Sousa junta-se a João Domingues na segunda ronda do quadro principal de singulares do Lisboa Belém Open. O quarto cabeça de série fica, agora, à espera de Lorenzo Giustino ou Joris de Loore, que se enfrentam ainda esta terça-feira por um lugar nesse encontro da segunda ronda.

Artigo atualizado às 18h20.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."