De Minaur vs. Auger-Aliassime: o duelo NextGen que coloca todos os olhos no Braga Open

BRAGA – Clube de Ténis de Braga, Braga Open, NextGen “ao quadrado”, esta sexta-feira. Vem aí um duelo de luxo no mais recente torneio Challenger a acontecer em Portugal: Alex de Minaur (à direita na imagem) e Félix Auger-Aliassime, dois dos jogadores mais talentosos da nova geração, vão medir forças por um lugar nas meias-finais de singulares.

Apesar das tenras idades, são já dois tenistas que dispensam apresentações para quem segue com atenção o circuito — e em especial aqueles que estão a despoletar. Razão essa pela qual grande parte dos olhos estarão apontados a Braga na jornada desta sexta-feira.

Em jogo, um lugar nas meias-finais de singulares e frente a frente um australiano, de 19 anos, e um canadiano, de apenas 17, que querem continuar a “dar cartas” no circuito masculino.

Em declarações ao Raquetc depois de conquistar mais uma vitória — esta na jornada de quarta-feira e já depois de duas horas e meia em campo –, Alex de Minaur revelou que não espera facilidades. “Conheço o Félix muito bem. Já nos defrontámos algumas vezes em ocasiões importantes e a última delas foi no ano passado, no Canadá. Ele é um jogador com um ténis muito poderoso e que tenta sempre tomar o controlo dos pontos.”

Também o canadiano, que foi o responsável pela eliminação de Gonçalo Oliveira e é o tenista mais novo da história do circuito a deter dois troféus de campeão em provas Challenger, teceu muitos elogios ao adversário desta sexta-feira, contra o qual lidera o frente a frente por 3-1. “Ele é um jogador muito bom, sem dúvida um dos melhores da nova geração. Jogámos no ano passado mas em condições completamente diferentes — foi em piso rápido e aqui vai ser em terra batida ao ar livre. Apesar disso, espero, como sempre de cada vez que o defronto, um duelo muito, muito duro.”

Tudo para ver já esta sexta-feira, a partir das 11h, no Clube de Ténis de Braga. E se não puder marcar presença no “terreno”, o encontro contará com transmissão em direto por via da ATP, sendo incluída e partilhada nas plataformas do Raquetc quando estiver prestes a começar.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tiebreak. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegou o padel, o squash e o ténis de mesa. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."