João Sousa de volta ao top 50; Philipp Kohlschreiber perto dos 25 primeiros

João Sousa troféu

Chegou ao fim mais uma edição do Millennium Estoril Open e com isso uma das maiores alegrias do ténis nacional. João Sousa foi o grande campeão da edição deste ano do torneio disputado em solo português.

Já em Istambul foi Taro Daniel quem triunfou na final, frente a Malek Jaziri, ao passo que em Munique, Alexander Zverev foi o vencedor de um encontro com Philipp Kohlschreiber.

O grande destaque desta semana é, obviamente, João Sousa, que ao vencer o ATP 250 português regressa ao top 50. O ‘Conquistador’ encontra-se esta semana no 48.º lugar, fruto de uma subida de 20 postos. O português não estava no lote dos 50 primeiros desde o dia 10 de Setembro de 2017.

Philipp Kohlschreiber foi finalista em Munique e está agora na 28.ª posição do ranking ATP, a 12 lugares da sua melhor classificação de sempre. O alemão logrou uma subida de seis lugares. Malek Jaziri é o 62.º classificado da hierarquia masculina, depois de subir 16 lugares devido à sua recente chegada à final do ATP 250 de Istambul.

Taro Daniel ganhou o torneio de Istambul e escalou 32 postos na hierarquia mundial. O japonês de 25 anos conquistou o seu primeiro título no circuito principal de ténis e está agora num novo máximo de carreira, o 82.º lugar.

1. Rafael Nadal (Espanha), 8.770 pontos
2. Roger Federer (Suíça), 8.670 pontos
3. Alexander Zverev (Alemanha), 5.195 pontos
4. Grigor Dimitrov (Bulgária), 4.950 pontos
5. Marin Cilic (Croácia), 4.780 pontos
6. Juan Martin del Potro (Argentina), 4.470 pontos
7. Dominic Thiem (Áustria), 3.545 pontos
8. Kevin Anderson (África do Sul), 3.345 pontos
9. John Isner (Estados Unidos da América), 3.125 pontos
10. David Goffin (Bélgica), 3.020 pontos
(…)

28. Philipp Kohlschreiber (Alemanha), 1.450 pontos
48. João Sousa (Portugal), 1.035 pontos
62. Malek Jaziri (Tunísia), 862 pontos
82. Taro Daniel (Japão), 696 pontos

Portugueses:

Como já foi referido acima, João Sousa está de volta ao lote dos 50 primeiros do ranking. Já Gastão Elias, o número dois nacional, teve uma queda de quatro lugares até à 112.ª posição. Pedro Sousa perdeu apenas um lugar e está no 112.º posto, ao passo que Gonçalo Oliveira passou a ser o quarto melhor português, ao ultrapassar João Domingues, depois de uma subida de duas posições até ao 214.º lugar.

João Domingues tinha bastantes pontos a defender no Millennium Estoril Open e só conseguiu defender alguns. O tenista natural de Oliveira de Azeméis está na 218.ª posição, depois de apresentar uma queda de 11 postos. João Monteiro e Frederico Silva também apresentam descidas, estando o primeiro em 266.º e o segundo em 287.º. Fred Gil tem motivos para sorrir, pois escalou 18 lugares até ao 427.º posto.

Clique aqui para consultar o ranking ATP dos portugueses.

Pedro Cunha
O ténis apareceu na minha vida como apenas mais um desporto mas rapidamente o cheiro das bolas e o pó cor de laranja da terra batida onde pratico tornaram a minha vida melhor. Desde o som das pancadas, ao simples abrir de uma lata nova de bolas, tudo neste desporto tem encanto.