João Sousa volta a encantar o público português e está nas meias-finais do Estoril Open

ESTORIL – O sonho de João Sousa no Millennium Estoril Open continua vivo e bem vivo. Depois de se apurar para as meias-finais de pares na jornada de quinta-feira, o melhor português de todos os tempos voltou a fazer a delícias do público nacional ao garantir pela primeira vez na carreira o passaporte para as meias-finais de singulares de um ATP 250 disputado em Portugal.

A viver a melhor campanha em quatro edições no Clube de Ténis do Estoril, João Sousa afastou pela segunda vez em três encontros um tenista que integrava o estatuto de cabeça de série na prova estorilense. Na primeira ronda a vítima foi Daniil Medvedev e esta sexta-feira foi o britânico Kyle Edmund, terceiro cabeça de série, a sucumbir perante o tenista vimaranense.

O encontro entre Edmund e Sousa tinha a particularidade de servir como desempate para as contas do frente a frente entre ambos, visto que cada um somava um triunfo nos dois anteriores embates, ambos disputados em 2017: o britânico foi superior em Roma e meses mais tarde foi a vez do nosso ‘Conquistador’ vingar essa derrota em Cincinnati.

À espera de uma partida complicada como havia previsto na antevisão ao duelo dos quartos de final, afirmando na altura que seria preciso subir o nível e mantê-lo mais alto durante mais tempo face aos seus dois primeiros encontros, o jogador nacional conseguiu cumprir à risca esse papel para bater o número 23 mundial por 6-3, 1-6 e 6-0 e garantir assim um lugar nas meias-finais pela segunda vez este temporada (a outra foi em Marraquexe).

Falando do encontro em si, esse começou bastante equilibrado, com ambos os jogadores a segurarem os seus jogos de serviço na fase inicial do encontro. Apesar do equilíbrio, era João Sousa que mais perto estava de quebrar e depois de uma ameaça conseguiu-o mesmo, servindo de seguida para a conquista do parcial.

O segundo set começou logo com um break para o mais cotado dos dois tenistas, que a partir daí dominou até empatar o parcial. Por fim, no terceiro e decisivo set, foi o vimaranense que arrancou para a vitória depois de um início perfeito.

Concluído mais um dia de sucesso na sua caminhada no Millennium Estoril Open, João Sousa vai procurar chegar à primeira final do ano frente a Stefanos Tsitsipas. Recorde-se que com o afastamento de Kyle Edmund resta apenas um tenista cabeça de série em prova, nada mais nada menos que o campeão em título, Pablo Carreño Busta.

Francisco Semedo
Licenciado em Turismo e a tirar Mestrado em Ciências da Comunicação, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.