Gastão Elias passa ao lado do encontro e sai de cena

Gastao11Elias

É uma exibição para esquecer, ou para mais tarde recordar pelas piores razões, aquela que Gastão Elias (106.º) realizou na manhã desta quinta-feira, nos oitavos de final do Challenger de Barletta, em Itália.

Chegado ao encontro de hoje vindo de uma boa recuperação no duelo da ronda anterior com Marko Tepavac (415.º), o número 2 português revelou-se demasiado macio para fazer frente ao croata Viktor Galovic (194.º), saindo eliminado com os parciais expressivos de 6-1 e 6-2, em 64 minutos.

Elias só conseguiu incomodar o seu adversário na reta final do encontro, quando este serviu para selar a vitória, mas a verdade é que o croata acabou por anular os quatros pontos de break que enfrentou.

Diga-se que Gastão Elias, finalista deste torneio em 2017, não vence dois encontros consecutivos desde novembro do ano passado, quando chegou aos quartos de final do Challenger de Santiago.

No entanto, esta derrota não terá grande repercussão na classificação do lourinhanense de 27 anos, devendo apenas descer quatro ou cinco posições na atualização de rankings que será conhecida na próxima segunda-feira.

Olhos postos em Gonçalo Oliveira

A eliminação de Gastão Elias deixa a representação portuguesa em Barletta entregue a Gonçalo Oliveira (214.º). O portuense vai medir forças na jornada de amanhã com o argentino Marco Trungelliti (237.º).

João Correia
Licenciado em Sociologia e Mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação (ISCTE). Privilegiado por viver numa das melhores eras da história da modalidade.