João Sousa força quinto e decisivo encontro e mantém Portugal vivo na eliminatória

João Sousa
Fotografia: Fernando Correia/Federação Portuguesa de Ténis

João Sousa continua a liderar a seleção portuguesa em Estocolmo de forma autoritária. O número um nacional somou este sábado o segundo triunfo a favor de Portugal, restabelecendo assim a igualdade no marcador do duelo frente à Suécia.

Pouco tempo depois de atuar na variante de pares ao lado de Gastão Elias, João Sousa voltou a mostrar o porquê de ser de longe o jogador com mais ténis entre os oito convocados para esta eliminatória.

O vimaranense de 29 anos entrou decidido a comprovar o seu estatuto e arrecadou o segundo triunfo do fim de semana ao impor-se perante Elias Ymer por 6-4 e 6-4.

Tal como havia acontecido na jornada de ontem, sexta-feira, os bons índices de serviço por parte do jogador minhoto fizeram a diferença. João Sousa atuou novamente a um excelente nível, não acusando de forma alguma a pressão inerente ao resultado da eliminatória para somar assim o 21.º triunfo de singulares na Taça Davis e igualar Nuno Marques na segunda posição deste capítulo.

Cumprido o primeiro desafio que se impunha após o desaire nos pares, é tempo de Gastão Elias entrar em court e defrontar Mikael Ymer, num duelo que decidirá tudo.

Francisco Semedo
A tirar a licenciatura em Turismo na Universidade Europeia, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.