Sousa sobre ida de Raonic à casa de banho: “Nunca perceberei este tipo de estratégia”

Raonic-Sousa
Fotografia: Mauricio Paiz

João Sousa cessou na noite desta terça-feira a sua excelente participação no Masters 1000 de Indian Wells após sofrer uma derrota em três parciais diante de Milos Raonic, em encontro relativo à terceira ronda.

Porém, e como dá conta o website da Federação canadiana de ténis, foi fora do court que “o verniz estalou” após uma troca de argumentos nas declarações de um e outro depois do encontro.

Em causa está a ida de Raonic à casa de banho na sequência do final do segundo set, no qual Sousa levou a melhor e forçou uma terceira e decisiva partida. Apesar de não estar surpreendido, o número um nacional afirmou que não compreende “este tipo de estratégia”.

Embed from Getty Images

“Nunca perceberei este tipo de estratégia. Cada jogador é livre de fazer o que quiser. Eu nunca quis ir à casa de banho quando estou a suar muito por estar a jogar. Se tenho problemas digestivos, aí então vou. Mas penso que não tenha sido esse o caso com o Milos. Ele quis fazer isso, está no seu direito. Foi uma tática que usou, bom para ele”, atirou o pupilo de Frederico Marques.

Já o “gigante” canadiano, defendeu-se com o apelo a necessidades fisiológicas de que careceria naquele momento. “Eu preciso de me aliviar. Não vou começar a urinar para latas de bolas vazias no meio do campo. Prefiro fazer isso de forma cavalheira”, disse.

Quanto ao embate propriamente dito, João Sousa disse que o que fez a diferença foi “o serviço”. “É sempre o mesmo com o Milos. Ele serve bem. No terceiro set, ele serviu bastante bem. Não fui capaz de servir ao mesmo nível em que estive no segundo parcial”, asseverou.

Natural da Ilha do Pico, Açores. Estudante do 3.º ano do curso de Direito da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Amante e seguidor de ténis desde a adolescência.