“Estou em pulgas para conhecer o novo selecionador”, confessa Miguel Oliveira

Miguel Oliveira Padel
Miguel Oliveira é uma das esperanças portuguesas para 2018

Depois de Diogo Rocha, Miguel Oliveira foi outro dos grandes nomes do padel nacional a reagir à confirmação da saída de Juan Manuel Rodríguez e respetiva entrada de Gervasio del Bono para o cargo de selecionador nacional de padel.

Em declarações à Padel Wall e antes de falar do novo selecionador, Miguel desejou “a maior sorte do mundo” para os próximos projetos do argentino e deixou ainda uma palavra de apreço pelo trabalho que o mesmo realizou em Portugal.

“Em primeiro lugar, gostava de agradecer todo o esforço, dedicação e conhecimento que o Juanma nos deu, foi sem dúvida uma aposta ganha e uma mais valia para o padel português. É uma pessoa fantástica e nos dias de hoje considero-o um dos meus melhores amigos. Ajudou-me imenso dentro de campo e agora tem-me ajudado muito fora dele”, afirmou.

Sobre o seu substituto, Miguel Oliveira confessou que está “em pulgas para o poder conhecer dentro de campo”. Segundo o padelista português, o feedback que tem recebido é muito positivo e “poder aprender com ele será certamente uma bênção para todos nós”.

“Por último, dar os parabéns à Federação Portuguesa de Padel pelo trabalho que tem desenvolvido e pelo esforço que faz em prol do padel português. As condições que nos têm dado são de louvar”, concluiu o segundo jogador português mais bem posicionado no ranking World Padel Tour.

Diogo Leite
Licenciado em Gestão e com o Mestrado em Finanças concluído. É um apaixonado por ténis e padel. Adora conhecer tudo e todos dentro da modalidade, bem como estar a par das recentes notícias.