João Sousa: “Vencer desta maneira ainda tem um sabor mais especial”

João Sousa
Kathryn Riley/BNP Paribas Open

João Sousa precisou de inverter por duas ocasiões situações de desvantagem nos dois parciais que lhe permitiram sair do encontro frente a Alexander Zverev com uma vitória.

O vimaranense chegou a estar a perder por 5-2 no primeiro set e 4-1 no terceiro, mas teve a capacidade de dar a volta à situação para somar uma das melhores vitórias do ténis nacional.

No final do encontro, e já deitado na cama como o próprio referiu, o número um nacional mostrou-se muito satisfeito com a vitória frente ao número 5 mundial.

Estou muito contente com a vitória, não só pela vitória em si frente a um excelente jogador, mas pela maneira como soube dar a volta ao encontro que estava por baixo. Vencer desta maneira ainda tem um sabor mais especial“, admitiu em declarações enviadas pela sua assessoria de imprensa, fazendo de seguida a análise à sua exibição.

“Consegui jogar a um bom nível em quase todo o encontro. Em todos os capítulos estive bastante bem, mentalmente hoje estive muito forte e daí a minha vitória“, destacou.

Depois de vir de uma série de quatro vitórias consecutivas, série interrompida com o acesso à segunda ronda em Indian Wells, o tenista luso vê nesta vitória a credibilidade do trabalho que tem vindo a desenvolver.

“Sempre acreditei que estávamos no bom caminho do trabalho e esta vitória é fruto desse trabalho que temos vindo a desenvolver“, finalizou.

Francisco Semedo
A tirar a licenciatura em Turismo na Universidade Europeia, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.