Kevin Anderson confirmado no Millennium Estoril Open

O Millennium Estoril Open anunciou esta terça-feira o primeiro tenista para a edição de 2018 do torneio que se joga no Clube de Ténis do Estoril entre 28 de abril e 6 de maio.

O nome em questão é o de Kevin Anderson, tenista que ascendeu esta semana à sua melhor classificação de sempre após conquistar o título em Nova Iorque. Semifinalista da edição de 2017, o “gigante” sul-africano vai disputar a prova portuguesa pela terceira vez na carreira, uma prova à qual deixa muitos elogios.

“Estou muito motivado para voltar a jogar no Clube de Ténis do Estoril. O torneio é um dos melhores do circuito e fico contente por competir na edição deste ano. A beleza de Cascais, o excelente hotel oficial com vista sobre a baía e a maravilhosa gastronomia constituem uma combinação perfeita. Para mais, o meu fisioterapeuta, Carlos Costa, é português, pelo que também estarei a jogar um pouco em casa”, comentou o número nove mundial.

Já para João Zilhão, diretor do torneio, a presença do finalista da última edição do US Open é um ponto positivo a favor do evento, pois considera o tenista de 31 anos um competidor nato em todas as superfícies.

“É sempre garantia de competitividade em qualquer superfície e cada vez mais em terra batida, como aliás o provou na edição do ano passado ao atingir as meias-finais, na sequência dos dois melhores encontros do torneio – as vitórias no terceiro set diante de João Domingues e Richard Gasquet. Com uma diferença acentuada: há um ano, o Kevin Anderson procurava regressar ao seu melhor nível após várias lesões”, afirmou, destacando Kevin Anderson como um dos principais candidatos a levar o troféu no Estoril.

“Este ano, regressa como um dos favoritos graças ao estatuto de Top10, vice-campeão de um torneio do Grand Slam e com mais um título no seu currículo após ganhar o Open de Nova Iorque, na passada semana. E pode regressar também com uma classificação ainda melhor do que a atual, já que não tem pontos a defender até ao Millennium Estoril Open”, constatou.

Francisco Semedo
Licenciado em Turismo e a tirar Mestrado em Ciências da Comunicação, desde cedo se interessou pelo ténis. Começou aos 9 e desde então tem um olhar atento e constante de tudo o que se passa naquela que considera ser a melhor modalidade a todos os níveis.